Americano sugere "regra de 10 minutos" para dever de casa

O dever de casa é importante, mas os professores não deveriam exagerar. Fazendo uma análise de mais de 60 pesquisas sobre dever de casa realizadas nos EUA entre 1987 e 2003, o psicólogo Harris Cooper - citado pelo jornal Washington Post como a "maior autoridade do país" no assunto - concluiu que os professores deveriam seguir uma "regra de 10 minutos", acrescentando 10 minutos de dever para cada série a que o estudante é promovido: assim, um aluno da 4ª série deveria receber deveres que pudessem ser resolvidos em 40 minutos.No caso de adolescentes no ensino médio, o limite deveria ser duas horas: mais do que isso, o dever se torna contraproducente.Cooper e colegas sugerem uma série de razões para o fato de estudantes mais velhos se beneficiarem mais do dever que os mais novos, como o fato de as crianças se distraírem mais facilmente que adolescentes, e ainda não terem os hábitos de estudo formados. Mas a razão principal parece o tipo de dever: as crianças recebem tarefas voltadas a ajudá-las a dividir melhor o tempo e a formar o hábito do estudo, não a melhorar especificamente o desempenho na matéria em questão."Crianças se esgotam", diz Cooper. "O importante é que todos os garotos deveriam fazer dever de casa, mas a quantidade e o tipo devem variar de acordo com o nível de desenvolvimento e as circunstâncias domésticas. Dever de cada para os pequenos deve ser curto, levar ao sucesso sem muita dificuldade, ocasionalmente envolver os pais e, se possível, usar atividades que as crianças apreciam, como esportes ou leituras interessantes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.