Amazonas espera 20 mil candidatos em simulado gratuito

Cerca de 20 mil estudantes estão sendo esperados neste sábado, no Sambódromo de Manaus, para o quarto e último teste simulado (Simuladão) preparatório para o vestibular da Universidade do Estado do Amazonas, marcado para o dia 25, com quase 70 mil candidatos. O Simuladão marca o encerramento do Projeto Aprovar, que começou no dia 17 de novembro passado e envolveu cerca de 200 mil estudantes.Criado pelo governo do Estado para atender jovens amazonenses sem poder aquisitivo para pagar cursinhos pré-vestibulares, o Aprovar é gratuito e seu envolveu várias empresas de mídia. Todo domingo, apostilas de oito páginas com o material didático das aulas da semana, eram encartadas nos quatro jornais de Manaus, totalizando 55 mil exemplares.Além disso, outros 55 mil exemplares eram distribuídos semanalmente para os alunos de terceiro ano da rede pública em todo o Estado. "Como cada apostila poderia ser lida por mais de um aluno, estimamos que pelo menos 200 mil pessoas participaram do curso", explica o reitor da UEA, Lourenço Braga, responsável pelo projeto.De posse da apostila, o aluno teria apenas de acompanhar as aulas da semana, transmitidas em vários horários por três emissoras de televisão e quatro emissoras de rádio, além de algumas rádios comunitárias do interior. Com isso, toda a extensão territorial do Amazonas, em seus 62 municípios, foi beneficiada com as aulas doAprovar.O projeto custou cerca de R$ 3 milhões ao governo do Amazonas nestes oito meses, e os coordenadores esperam garantir aos candidatos carentes maiores condições de disputar as 3.005 vagas que a UEA terá para 2005. "Creio que estamos dando chance a todos concorrerem com um pouco mais de conhecimento. Depende apenas do esforço de cada um", explica Lourenço Braga.Independentemente dos resultados do vestibular, a experiência foi aprovada pelo governador Eduardo Braga (PPS), que já autorizou a liberação de mais R$ 4 milhões para a continuação do projeto a partir de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.