Alunos ocupam administração de universidade em Santos

Universitários protestam contra um aumento de até 14% nas mensalidades ocorrido em outubro

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

28 de novembro de 2008 | 04h47

Um grupo de cerca de 30 estudantes ocupa, desde as 21h30 de quinta-feira, 27, a sede administrativa da Sociedade Visconde de São Leopoldo, órgão administrador da Universidade Católica de Santos, no litoral sul paulista. Os universitários protestam contra um aumento de até 14% nas mensalidades ocorrido no final de outubro. Os novos valores, segundo os alunos, também reajustariam três tipos diferentes de bolsas compensatórias. Os universitários, em assembléia realizada durante a noite, após uma reunião informal com a direção da mantenedora da universidade, resolveram ocupar o prédio, localizado na rua Euclides da Cunha, no bairro Pompéia, entres os canais 1 e 2. Na quinta-feira, os estudantes, antes de se reunirem com um representante Visconde de São Leopoldo, realizaram um manifestação e foram acompanhados de perto pela polícia. Segundo Ruy Marques, 24 anos, estudante de Jornalismo, a ocupação é pacífica e eles (estudantes) não pretendem danificar nada no casarão, pois o imóvel é tombado pelo patrimônio histórico. Os universitários querem que a mantenedora suspenda o aumento ou mostre todas as planilhas de gastos que justifiquem tal aumento. Eles esperam por um posicionamento oficial do órgão administrador para decidirem se mantêm ou não a ocupação. "Nós estamos num esquema de revezamento. Como chegou o período de entrega de trabalhos, parte vai para as aulas para dar prosseguimento na conclusão do curso e parte ficará aqui na sede da mantenedora", afirmou Ruy.

Tudo o que sabemos sobre:
Santosuniversidadeocupação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.