Alunos fazem desocupação simbólica de escolas em Sorocaba

Ato teve música e palavras de ordem; estudantes ainda mantém pertences na Diretoria Regional de Ensino

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2015 | 13h45

SOROCABA - Um ato com música e palavras de ordem marcou o início da desocupação da Diretoria Regional de Ensino e de onze escolas estaduais que continuavam ocupadas por alunos, até o início da tarde deste sábado, 5, em Sorocaba, interior de São Paulo. A desocupação, decidida após a publicação no "Diário Oficial" do Estado, da revogação do plano de reorganização da rede estadual pelo governador Geraldo Alckmin, foi simbólica. Os estudantes ainda mantinham pertences no interior do prédio da diretoria, que seriam retirados até o final da tarde.

Eles pretendiam também entregar as chaves a um representante da Diretoria que, até o início da tarde, não tinha se apresentado. De acordo com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), que acompanha a mobilização, mais três escolas foram desocupadas entre a noite de sexta-feira e a manhã deste sábado, mas onze estabelecimentos ainda tinham alunos no interior.

Em alguns prédios, os estudantes pretendiam fazer uma faxina antes de devolver as chaves ao Estado. “Como cada ocupação tem uma liderança, o tempo de saída pode variar, mas houve consenso para que todas as escolas sejam desocupadas”, disse a coordenadora da Apeoesp, Magda Souza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.