Alunos do Ceará já falavam de questões idênticas às do Enem desde sábado

Estudante que teve acesso ao material do Christus falou sobre o assunto no Facebook

Cedê Silva, Especial para o Estadão.edu

26 Outubro 2011 | 15h51

O material do colégio de Fortaleza com questões idênticas às do Enem já era discutido por estudantes desde sábado. Uma aluna de cursinho, já formada no Ensino Médio, escreveu no Facebook "Materialzinho do christus (sic) denominado: 'questões selecionadas' com OITO questões com o mesmo enunciado e os mesmos ítens (sic) da prova? No mínimo 'estranho'...#palhaçada". Mais adiante, respondendo aos comentários dos amigos, a aluna comenta: "pior é que eles fizeram questão de divulgar o material sem as 'fontes'... não tem nenhuma menção ao colégio nos livrinhos! já tratei de decorar os gabaritos dos de amanhã, vai que coincidências voltam a acontecer". Ela não está matriculada no Christus, mas diz na rede social ter obtido o material com uma prima.

No domingo, dia das provas de linguagens, matemática e redação, a mesma estudante escreveu: "saldo das provas de hoje: mais QUATRO questões de matemática e UMA de português COMPLETAMENTE IGUAIS ao materialzinho do Christus... #opaaa". Outra pessoa comenta: "[a]cesso a prova bem antes da aplicação!!! Isso vai dar uma confusão!!!". À noite, outra moça acrescentou: "É, tem que ver isso aí..."

         

Um amigo da aluna publicou no sábado, a respeito de esclarecimentos sobre o assunto: "se a mídia não abafar, daqui há uns dias saberemos".

Na noite de terça-feira, o Colégio Christus publicou, em sua página oficial no Facebook, a seguinte nota: "[u]ma Instituição de Ensino que tenha profundo conhecimento da TRI - Teoria da Resposta ao Item - e possua vasto banco de questões fornecidas por professores, por ex-alunos e pela conversão de questões do estilo clássico para estilo ENEM poderá ter boa margem de acertos nas avaliações do ENEM e em outros vestibulares. O Colégio Christus, há vários anos, tem registrado altos índices de acertos em questões de vestibulares, o que é de conhecimento de todos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.