Alunos desocupam prédio da administração da USP São Carlos

Edifício foi ocupado no dia 17 em apoio aos protestos dos estudantes da capital

O Estado de S. Paulo

02 Novembro 2013 | 00h32

Os alunos da USP São Carlos desocuparam nesta sexta-feira, 1º, o prédio da administração da unidade após acordo com os dirigentes do câmpus. O imóvel havia sido ocupado no dia 17 de outubro em apoio aos protestos por eleições diretas para reitor, iniciados no dia 1º do mês passado com a ocupação da reitoria da universidade.

Depois de negociações entre alunos e dirigentes, foi assinado um termo de acordo em que a administração da USP São Carlos se compromete a atender diversas pautas dos manifestantes. Segundo a nota divulgada pela direção da USP São Carlos, haverá reforma e adequação do prédio do centro acadêmico da unidade, além de manutenção da lanchonete e do centro de saúde.

A direção da USP São Carlos ainda garantiu que não haverá terceirização do transporte no câmpus nem punição aos alunos que participaram do protesto. Também ficou agendada uma reunião entre grevistas e dirigentes do câmpus para o dia 16 de novembro, além de debates na unidade em 2014 sobre a democratização da USP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.