Alunos bancam tudo nas universidades privadas

As instituições de ensino superior privadas vivem à custa de seus alunos. Pesquisa feita por uma consultoria mostra que 91,54% das receitas das universidades, faculdades e centros universitários vêm das mensalidades pagas pelos estudantes. Nos Estados Unidos, o índice é de 28% e na Inglaterra, de 17%.Enquanto no Brasil são poucas as instituições que tentam fontes alternativas de recursos, lá fora doações e investimentos privados e públicos são práticas comuns para ajudar a manter o ensino superior particular."No exterior, as mensalidades pagam apenas os custos com o ensino. Aqui, bancam tudo, desde o carro do reitor até o pára-raio", diz Roberto Leal Lobo, ex-reitor da Universidade de São Paulo (USP) e proprietário da Lobo & Associados, empresa responsável pela pesquisa.O problema, explica, é que as instituições convivem hoje com essa dependência aliada a altas taxas de inadimplência. Segundo estimativas, o ensino superior privado brasileiro movimenta hoje R$ 10 bilhões e tem 2,4 milhões de alunos.leia a reportagem completa

Agencia Estado,

03 de março de 2004 | 10h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.