Alunos asiáticos têm melhor desempenho em matemática

Hong Kong, Cingapura, Taiwan, Japão e Coréia do Sul tiveram as maiores notas nessa disciplina

Efe

09 de dezembro de 2008 | 19h22

Alunos de países asiáticos continuam a ter melhor desempenho que outras crianças da quarta e da oitava série do resto do mundo em um teste realizado, a cada quatro anos, para medir as habilidades das crianças em matemática e ciência.  O relatório de 2007 Estudo de Padrões Internacionais em Matemática e Ciência (TIMSS), divulgado nesta terça-feira, 9, mostrou notas significativamente mais altas em matemática em cinco países asiáticos - Hong Kong, Cingapura, Taiwan, Japão e Coréia do Sul.  Os países asiáticos com melhor desempenho tiveram vantagens não só nos resultados dos testes, eles tiveram também a maior parcela de alunos atingindo altas notas, "mostrando fluência na maioria dos tópicos complexos e das habilidades", diz o relatório.  "Os países asiáticos estão muito à frente do resto dos países desenvolvidos, mas a maior parte dos países desenvolvidos estão relativamente iguais", disse Ina V.S. Mullis, co-diretora do estudo.  Ela acrescentou que os "Estados Unidos podem ser um dos líderes desse grupo, dependendo se estamos falando sobre matemática ou ciência na quarta ou na oitava série." O teste tem sido administrado a cada quatro anos, desde 1995.  Crianças dos Estados Unidos foram relativamente melhor em ciência que em matemática e estão muito acima da média, mas suas notas estão estagnadas desde 1995, enquanto as de outros países, como Cingapura e Hong Kong, aumentaram significativamente e ultrapassaram o país.  Os resultados do TIMSS são muito usados para medir o conhecimento e as habilidades de alunos por todo o mundo. Em 2007, 48 países participaram nos testes da oitava série, e 36 dos testes da quarta série. Ao todo, 425 mil alunos foram testados, cerca de quatro mil em cada país. Crianças da quarta série de Hong Kong e Cingapura foram as que tiveram as melhores notas em matemática, seguidas por Taiwan e Japão. Alunos da Rússia, Inglaterra, Letônia e Holanda também tiveram bons desempenhos.  Em matemática da oitava série as notas mais altas ficaram com Taiwan, Coréia do Sul e Cingapura, seguidos por Hong Kong e Japão. O relatório citou uma diferença "significativa" entre os países que se seguem: Hungria, Inglaterra, Rússia e Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
educaçãoÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.