Alfabetizados ficam sem recursos para continuar estudos

Por falta de recursos, o Ministério da Educação (MEC) vai financiar a continuidade dos estudos, este ano, de apenas 131 mil jovens e adultos alfabetizados desde 2003. Pelo menos 500 mil aprenderam a ler e escrever no programa de alfabetização, lançado no ano passado como prioridade do governo Lula.Em 2003, o MEC financiou 1,9 milhão de matrículas em programas de alfabetização, mas não sabe quantos aprenderam a ler e escrever. Além dos 131 mil recém-alfabetizados, o MEC vai financiar os estudos de 1,7 milhão de jovens e adultos que já freqüentam esse nível de ensino.A recém-criada Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade tem R$ 580 milhões para repassar a Estados e municípios. Nesta terça-feira foi empossado o secretário Ricardo Henriques.A pasta é resultado da junção de outras duas secretarias e tem como objetivo alfabetizar e garantir a continuidade dos estudos de brasileiros analfabetos acima de 15 anos. Atualmente há 16 milhões nessa situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.