Alckmin lança programa de bolsas de mestrado

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou, durante a cerimônia de formatura de 6.233 professores em Pedagogia, no Ginásio do Ibirapuera, o lançamento de um programa de bolsas de mestrado aos professores da rede estadual. A platéia de quase 8 mil pessoas - incluía parentes dos formandos - vibrou com a novidade como em um programa de auditório, acenando com os chapéus de formatura nas mãos, canudos com diploma e assobiando. Alckmin disse que o número de beneficiados ainda será definido. Presente no evento, o secretário de Estado da Educação, Gabriel Chalita, antecipou que há um estudo técnico nas mãos de especialistas que avaliam custos e formas de concessão das bolsas.Uma análise prévia, porém, estima que mais de 7 mil professores possam fazer a especialização e a meta é viabilizar o programa já no primeiro semestre do próximo ano. "Vamos investir R$ 300 milhões em capacitação dos professores e a verba para os programas de mestrado está no meio desse montante", disse Chalita. A inscrição no programa deve partir espontaneamente do professor. Ao ser aprovado em um mestrado, se for em uma universidade pública, é provável que o professor receba uma ajuda de custo para a compra de livros. Caso seja em uma faculdade particular, o Estado poderá bancar o curso integralmente e ainda ajudar na compra de material.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.