Acaba greve na Universidade Federal de Sergipe

Os cerca de mil servidores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) retornaram hoje ao trabalho, depois de uma greve que durou mais de 50 dias. Os docentes da universidade, que aderiram à greve contra a Reforma da Previdência um dia depois dos servidores, decidem se continuam ou não a paralisação em assembléia que será realizada nesta quarta-feira. As informações são da Agência Nordeste.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2003 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.