Abstenção no Enem é menor este ano

Ao todo, 27% faltaram no exame; ano passado, com o vazamento,

O Estado de S.Paulo

06 Novembro 2010 | 20h30

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), a abstenção do primeiro dia de prova foi de 27%. No ano passado, após o cancelamento da primeira data prevista para o exame por causa do vazamento, o número de faltas no País chegou a 37,7%, um recorde histórico.

 

No Estado de São Paulo, a proporção de ausências foi ainda maior, de 46,9% – de 1 milhão de inscritos, 470 mil não fizeram a prova. Tradicionalmente o Enem tem abstenção de cerca de 25% dos inscritos. Em vestibulares concorridos, porém, como a Fuvest, que seleciona os alunos para a Universidade de São Paulo (USP), em alguns anos as faltas ficam em torno dos 3%.

 

Na cidade de São Paulo, o trânsito, complicado pela chuva e a realização de eventos como o Grande Prêmio de Fórmula 1, fez com que muitos candidatos perdessem a hora. Em salas da UniRadial de Santo Amaro, na zona sul, metade dos inscritos não compareceram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.