Abaixo-assinado pede criação de Comissão da Verdade da USP

Documento será entregue nesta 4ª-feira; ideia é investigar violações de direitos humanos

Estadão.edu,

07 de novembro de 2012 | 18h14

O Fórum Aberto pela Democratização da USP, do qual fazem parte alunos, professores e funcionários, realiza na noite desta quarta-feira, 7, o ato de entrega do abaixo-assinado que pede a criação de uma Comissão da Verdade na universidade. O evento começou às 17h30 no auditório do Instituto Oceanográfico, no câmpus do Butantã, zona oeste da capital.

 

A ideia do fórum, lançado em abril, é que sejam investigadas possíveis violações de direitos humanos cometidas pela universidade durante a Ditadura Militar (1964-1985).

 

A Faculdade de Direito do Largo São Francisco aprovou em setembro a criação de uma comissão própria. A proposta foi apresentada à Congregação da escola por representantes do corpo discente. Eles justificaram a ideia com um texto de cinco páginas, discutido e redigido pelo Grupo de Estudos Direito e Ditadura, formado por estudantes.

 

A reportagem perguntou à Assessoria de Imprensa da USP a opinião da Reitoria sobre a criação da comissão, mas ainda não obteve retorno. Assim que receber resposta, esta matéria será atualizada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.