A partir de 2004, cursos de graduação on line

Imagine uma faculdade cujas salas de aula tenham alunos de São Paulo, Pará, Rio e Santa Catarina sem que nenhum deles precise sair de sua cidade para estudar. Pois serão assim os cursos da Universidade Virtual Brasileira (UVB), iniciativa inédita de universidades e centros universitários de oito Estados que oferecerão aulas e atividades por internet. Os cursos durarão quatro anos.As inscrições para o processo seletivo começam em novembro. A UVB terá cursos de Administração, Marketing, Economia e Secretariado Executivo Bilíngüe.Oitenta por cento das aulas serão virtuais. Uma vez por semana, alunos assistirão pela tela de seu computador à aula de um professor. Quem quiser poderá fazer perguntas (por meio de um simples microfone do computador) ? que também serão ouvidas pela ?classe?. No restante da semana, os alunos farão atividades pelo site e trabalharão em grupos ou sozinhos.Alunos no mercadoNo início e no fim de cada semestre, assistirão a aulas em um dos mais de 50 campus das instituições que mantêm a escola virtual. São elas: as Universidades Anhembi Morumbi (SP), Unama (PA), Uniderp (MS), Unisul (SC), UNP (RN) Universidade Veiga de Almeida (RJ) e os centros do Triângulo Mineiro (MG), Monte Serrat (SP), Newton Paiva (MG) e Vila Velha (ES). Na última aula, haverá uma prova escrita.A universidade deve atrair gente que já está no mercado de trabalho, com mais de 25 anos, que precisa de conhecimento aplicado e, principalmente, que tem pouco tempo disponível para um curso presencial regular, diz o diretor-geral da instituição, René Birocchi.10 mil formadosA UVB foi criada há três anos e meio e já formou mais de 10 mil estudantes em cursos de extensão pelo modelo de ensino on-line. As datas exatas das inscrições e das provas devem ser divulgadas nos próximos dias.Outras informações pelo telefone 0800-7717577 ou pelo site www.uvb.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.