A evolução do Enem

Primeira edição da prova, em 1998, teve 157,2 mil inscritos. De anoz depois, são mais de 4 milhões

30 de abril de 2009 | 02h08

SÃO PAULO - Conheça a história do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem:

1998 – A 1ª edição do exame foi aplicado em cem cidades do País e teve apenas 157,2 mil inscritos e 115,6 mil participantes. Desde a primeira edição, a prova teve 63 questões de caráter interdisciplinar e a participação é voluntária.

2001 – O exame teve 1,6 milhão de inscritos e 1,2 milhão de participantes. São Paulo foi o Estado com o maior número de inscritos: 461.977. A pedido dos próprios estudantes, a prova teve cinco horas de duração, uma a mais que no ano 2000.

 

 

2004 – A sétima edição do Exame Nacional do Ensino Médio foi realizada em 608 cidades. O ano também foi marcado pela criação do Programa Universidade para Todos (ProUni), que vincula a concessão de bolsas em instituições do ensino superior privadas à nota obtida no Exame; isenção do pagamento da taxa de inscrição para alunos da escola pública.

2005 – Em consequência do ProUni, o Enem dobrou o número de inscritos, que alcança a marca de 3 milhões, e de participantes, 2,2 milhões. A prova foi aplicada em 727 cidades, um aumento de 17% em relação a 2004. O número de participantes concluintes do ensino médio foi de 54,5%; o restante foi de alunos que se formaram em outros anos.

2006 – Pela primeira vez, o Ministério da Educação (MEC) divulgou publicamente as médias tanto por escola quanto por município do Enem realizado no ano anterior. O número de inscritos subiu para 3,7 milhões, com 2,8 milhões de participantes.

2008 – O número de inscritos chegou a 4 milhões, com 2,9 milhões de participantes. São Paulo recebeu 1.052.031 inscrições, sendo o Estado com o maior número de concorrentes. 

2009 – O Ministério da Educação anunciou mudanças no Enem, que passa a funcionar como um vestibular unificado. O novo exame, com 200 questões e redação, será realizado em 3 e 4 de outubro. Pela proposta, os candidatos podem se inscrever em até cinco universidades. O prazo final para as instituições decidirem se vão aderir é 8 de maio.

Tudo o que sabemos sobre:
pontoedu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.