MáRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MáRCIO FERNANDES/ESTADÃO

8 dicas de como elaborar um bom projeto de TCC

'Estado' ouviu especialistas que deram respostas a perguntas frequentes sobre o assunto. Eles revelam o que é necessário para conquistar a tão sonhada nota 10

Marina Cardoso, especial para o Estado 

01 de outubro de 2019 | 14h00
Atualizado 02 de outubro de 2019 | 13h03

Correções: 02/10/2019 | 13h00

O que é necessário para elaborar um bom Trabalho de Conclusão de Curso? Para responder a essa pergunta - frequente entre os acadêmicos em final de curso -, o Estado ouviu Rachel Polito, Jonny Carlos Silva e Ana Vera Finardi, autores de dois dos mais procurados livros de dicas para TCC. Ana Vera é uma super especialista na área: coordena a comissão responsável por definir as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para formatação de trabalhos acadêmicos. Em oito dicas, eles revelam o que é necessário para conquistar a tão sonhada nota 10 no TCC. Confira: 

Como iniciar um TCC? 

Antes mesmo de definir o tema do TCC é preciso refletir sobre como será sua atitude em relação ao trabalho. Essa é a principal dica do professor Silva, autor do livro Trabalho de Começo de Carreira. “Você vai encarar seu TCC como uma carga ou uma oportunidade?”, questiona. Lembre-se que o seu projeto pode ser um cartão de visitas para alavancar um futuro profissional. 

Qual o melhor tema para o meu projeto? 

Tão importante quanto saber o que quer apresentar é mapear também o que não é interessante para você. Leve em consideração seus destaques positivos ao longo do curso e também as reprovações e notas ruins ao longo da sua formação. Isso te ajudará a decidir quais os caminhos que você deve ou não seguir. A abertura ao tema também é importante. “Não adianta ser um tema que você gosta muito, mas que o acesso às informações é difícil”, lembra Rachel, autora de Superdicas para um TCC Nota 10!, outro best-seller da temática. 

Como escolher a melhor equipe? 

Nem sempre seu melhor amigo é o parceiro ideal para dividir meses de pesquisa e trabalho, reforça Rachel. Se a sua universidade ou instituição permite outros formatos de trabalho de conclusão, como monografia, plano de negócio ou criação de produto, escolha uma dupla ou equipe que complemente as suas habilidades. Por exemplo, se você domina o texto, mas seu trabalho também precisará de vídeos, procure alguém que saiba um pouco mais sobre isso. 

O que levar em conta na escolha do orientador? 

Em vez de perguntar o que o professor pode fazer por você, tente analisar como contribuir com as experiências do docente. Essa atitude, segundo Silva, pode abrir portas futuras e ser a chave para indicações profissionais e acadêmicas: “Faça seu orientador conhecer a qualidade do projeto”. Ou seja, aproveite as reuniões periódicas para conversar sobre tudo o que está pensando em fazer.

Por que fazer um cronograma do TCC é tão importante? 

A dica bônus de todos os acadêmicos que tiraram nota 10 no TCC é: organize seu tempo. Rachel e Silva avaliam que seu planejamento será crucial para que você cumpra todos os prazos e consiga dormir tranquilo ao final de cada dia. Comece a rascunhar seu projeto ao menos um semestre antes de encará-lo oficialmente. “Monte desafios e metas a curto, médio e longo prazo. E, o mais importante: intercale dias de produção com dias de ócio”, diz Silva.  

Como formatar um TCC? 

Usar ou não o itálico? Qual espaçamento é o ideal? Como citar uma referência? Se você já começou a escrever seu TCC, essas são perguntas rotineiras que podem causar muita dor de cabeça durante a produção do seu trabalho. Porém, a bibliotecária Ana Vera dá uma dica importante: formatar seu projeto segundo as normas da ABNT pode ficar mais fácil com a ajuda de um bibliotecário. Ele é o profissional mais capacitado e atualizado sobre as normas, que estão sempre em constante avaliação e edição. Ela cita, por exemplo, a recente mudança na NR 6023, que agora normatiza como referenciar blogs ou outras fontes digitais que, com a evolução digital, são consideradas informação científica passível de ser referenciada. 

Como se preparar para as respostas da banca?

Depois de meses de dedicação, é natural chegar no dia da banca apaixonado pelo trabalho. Mas, não se desespere com as críticas. Escute as perguntas até o final. Às vezes, o avaliador só quer fazer uma observação. Se a crítica vier, tente discordar de maneira mais sútil. “Em vez de falar ‘eu não concordo’, tente ‘esse não foi o objetivo ou foco do trabalho’”, sugere Rachel. É interessante também falar que, se tiver uma continuidade, o ponto de vista diferentes serão levados em consideração. Rebater de forma abrupta pode criar resistência. Lembre-se: comunicação verbal é muito importante. 

O que fazer após a publicação?

Trabalho entregue, apresentação feita e agora? Os três especialistas entrevistados pelo Estado também reforçaram a importância de cadastrar seu TCC na plataforma Lattes e no LinkedIn. Muitas empresas avaliam ou fazem uma triagem de seus candidatos por meio dessas informações em perfis profissionais. Silva, que também é coaching e já coordenou a disciplina de TCC na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), reforça ainda a importância de ressaltar o tema, a nota, os objetivos e resultados conquistados: “Se bem planejado e executado, seu TCC será a sua primeira grande experiência no currículo".

Correções
02/10/2019 | 13h00

O texto foi atualizado às 13 horas desta quarta-feira, 2, para corrigir a grafia do nome de uma das entrevistadas: o certo é Rachel Polito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.