75 mil candidatos disputam vaga na Unesp a partir de hoje

Medicina, em Botucatu, e Direito, em Franca, são os cursos mais concorridos no vestibular deste ano

Karina Toledo, de O Estado de S. Paulo,

14 de dezembro de 2008 | 08h29

Começam neste domingo, 14, e vão até terça-feira as provas do vestibular 2009 da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Quase 75 mil candidatos disputam uma vaga em um dos 153 cursos oferecidos pela instituição. Os mais concorridos são Medicina, em Botucatu (115,6 candidatos por vaga), Direito diurno, em Franca (49,3), e Engenharia de Produção Mecânica, em Guaratinguetá (32,9).  Veja também:Agenda do vestibulando   Neste domingo será aplicada a prova de conhecimentos gerais, com 84 questões de múltipla escolha das disciplinas de geografia, história, língua estrangeira (inglês ou francês), química, física, biologia e matemática. Amanhã, o candidato fará a prova de conhecimentos específicos, com 25 questões dissertativas de matérias relacionadas à área do curso escolhido. O último dia será reservado para a redação e para as questões dissertativas de língua portuguesa. Para fazer uma boa redação, o professor Francisco Roberto Saviolli Platão, do Curso Anglo, recomenda que, antes de tudo, o candidato leia atentamente os textos apresentados. "Caso contrário, corre o risco de fugir do tema proposto, e aí é zero. Outro erro comum é focar em um aspecto específico de um dos textos, com o qual se tem mais familiaridade, e tratar somente disso, sem abranger o todo." O professor recomenda ainda que, ao abordar temas polêmicos, o candidato assuma uma posição e fundamente sua opinião com bons argumentos. "Assim ele mostra ao examinador que está bem informado sobre o assunto. Ficar em cima do muro não é uma boa idéia. Também é preciso fugir dos chavões." A coordenadora pedagógica do Cursinho da Poli, Alessandra Venturi, ressalta que por concentrar todas as provas em uma única fase, o vestibular da Unesp exige muito do aluno. "É uma maratona cansativa. O candidato deve se alimentar bem e dormir bastante para agüentar os três dias", afirma. Mas para o coordenador do Anglo, Alberto Francisco do Nascimento, a prova da Unesp é menos trabalhosa que a da Fuvest. "Mesmo a prova dissertativa do segundo dia, embora longa, não é muito difícil", avalia. "A recomendação é que o candidato saia de casa com bastante antecedência, para não chegar ao local do exame em cima da hora, nervoso, pois esse não é um bom começo." As provas começarão sempre às 14 horas, mas os portões serão abertos com uma hora de antecedência, quando os candidatos deverão se apresentar. A duração será de quatro horas. Em todos os dias será exigida a apresentação da cédula de identidade. Os candidatos também deverão levar uma foto 3x4 recente, caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis preto número dois, borracha e apontador. O resultado será divulgado em 30 de janeiro nos sites www.vunesp.com.br e www.unesp.br, e nas unidades da Unesp.

Tudo o que sabemos sobre:
VestibularUnesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.