43.178 estudantes resolvem Simulado Geekie+Estadão

Relatório de desempenho personalizado indicará temas para revisão

Estadão.edu,

12 Outubro 2012 | 15h56

O Simulado Enem 2012 Geekie+Estadão registrou a participação de 60.518 estudantes, dos quais 43.178 fizeram as duas provas. O prazo para responder ao exame, online e gratuito, terminou às 23h59 desta quinta-feira, 11. Agora os candidatos esperam a divulgação do relatório de desempenho personalizado. O boletim indicará a cada participante seus pontos fortes e fracos nas quatro áreas do conhecimento avaliadas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O material ficará disponível online a partir do dia 16.

O simulado teve 120.372 candidatos. Mais da metade do total de inscritos, 68.122, foi cadastrada pela Secretaria da Educação do Ceará, que adotou o exame como mais uma ferramenta de preparação dos alunos do 3.º ano do ensino médio da rede pública para o Enem.

A Secretaria da Educação de Goiás também inscreveu parte de seus estudantes e enviou os dados de 9.132 alunos. Outras 43.118 pessoas preencheram a inscrição pelo site www.geekie-estadao.com.br.

Graças a essas parcerias e a divulgações especiais feitas pelo Centro Paula Souza, que administra escolas técnicas paulistas, e das Secretarias da Educação de Mato Grosso do Sul e da Bahia, estudantes da rede pública lideraram as inscrições.

Relatório. O relatório de desempenho vai mostrar ao aluno sua nota e a quantidade de acertos em cada prova (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Códigos e Matemática). O estudante também saberá sua performance por disciplina (literatura, física, química, etc). Em outra parte do boletim aparecerão os temas que devem ser revisados na reta final de preparação para o exame oficial, marcado para 3 e 4 de novembro.

O boletim apontará ainda o ranking do participante em relação aos demais candidatos do simulado. No dia em que for divulgado, o aluno poderá conferir o gabarito e a resolução dos testes, elaborados de acordo com a metodologia da Teoria da Resposta ao Item (TRI), a mesma do Enem, que atribui pesos diferentes às questões de acordo com seu nível de dificuldade.

Inovação. O ensino adaptativo, modelo que permite a cada aluno aprender no seu ritmo, inspirou o simulado. Com ajuda do relatório de desempenho, o candidato saberá em quais conteúdos deverá se concentrar no tempo que resta até o Enem. E buscar a melhor maneira de revisá-los.

A parceria entre o Estado e a Geekie, startup de tecnologia aplicada à educação, será reeditada em 2013 com a realização de três simulados e uma inovação importante: eles usarão a metodologia de Computer Assisted Testing (CAT), que permitirá montar provas "personalizadas". A ideia é ter um simulado no começo do primeiro semestre, outro antes das férias do meio do ano e o último 45 dias antes do Enem.

No ano que vem, o aluno poderá comparar seu desempenho de uma prova para outra. Os três exames terão o mesmo grau da dificuldade, graças à TRI.

Com o CAT, as provas serão flexíveis. A central da Geekie vai gerar as questões de acordo com a resposta de cada candidato. Quando ele acertar um item, responderá em seguida a uma questão mais difícil. Da mesma forma, se o aluno errar uma determinada questão, o sistema vai pinçar outra mais fácil na sequência. Para o CAT funcionar, o banco de questões da Geekie terá de ser ampliado, o que deverá ocorrer ao longo do próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.