Epitacio Pessoa/Estadão
Epitacio Pessoa/Estadão

15º exame causou distorção na 2ª fase, diz coordenador de cursinho

Prova mais fácil do que a média em novembro de 2014 teria aumentado número de candidatos que vão fazer reaproveitamento neste fim de semana

Tulio Kruse, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2015 | 21h57

Metade dos candidatos que fazem o exame da OAB neste fim de semana está na segunda tentativa, por meio do reaproveitamento. O recurso permite a inscrição diretamente na segunda etapa para quem passou na primeira fase de edições anteriores. Segundo o coordenador dos cursos preparatórios da LFG, João Aguirre, a explicação para esse número é a primeira fase do exame anterior, que teve o maior número de aprovados para a segunda fase em toda a história do exame nacional. 

Mais de 70 mil pessoas fizeram a segunda prova do 15º exame, enquanto a média dos anos anteriores foi de 40,2 mil. Segundo a FGV Projetos, apenas 29% dos candidatos conseguiram o certificado para exercer advocacia na edição anterior. Isso significa que 49,9 mil pessoas estariam aptas a fazer a repescagem no próximo fim de semana.


"O que eu observo é que na 15ª prova tivemos um número considerável de aprovados na primeira fase, mas o corte natural na segunda fez com que um número expressivo de alunos não conseguisse a aprovação e aumentasse a taxa de repescagem", disse o professor Aguirre. Ele ainda não considera o aumento do uso do reaproveitamento como uma tendência.

Para a OAB, o aumento no número de repescagem já era esperado. Por meio de sua assessoria, a entidade disse que é preciso aguardar os próximos exames para saber se o uso do reaproveitamento está acima ou abaixo do ideal, uma vez que não há uma série histórica extensa de informações sobre a repescagem.

O órgão também considera que o reaproveitamento não interfere na dificuldade do exame. Em tese, os alunos que estão aptos à repescagem já dominariam o conteúdo da 1ª fase, segundo a instituição. Além disso, o recurso oferece uma redução de custos para o estudante, que não precisa pagar as taxas de inscrição na primeira fase.

Cursinhos. O eventual aumento de alunos que fazendo a segunda fase do exame por meio do reaproveitamento pode alterar a estratégia de cursinhos especializados, segundo o coordenador da LFG.

"O curso tem de se preocupar com esse aluno de respescagem, para dar um suporte a ele", observou o professor. "Temos de oferecer um curso de segunda fase a ele enquanto está correndo o curso de primeira fase. O professor de segunda fase pode dar um suporte de mais longo prazo."

A prova Prático-Profissional do 16º exame ocorre neste domingo, 17, às 13 horas (horário de Brasília). A FGV divulgou nesta quarta-feira, 13, a lista com os nomes da banca examinadora, que pode ser acessado neste link.

Mais conteúdo sobre:
exame oaboab

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.