Unsplash / @thoughtcatalog
Unsplash / @thoughtcatalog

10 plataformas de educação com cursos gratuitos

Confira lista com dicas para aprimorar o currículo, se especializar na sua área ou aprender um novo idioma

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2021 | 05h00

Confira abaixo uma lista com 10 dicas de cursos gratuitos para aprimorar o currículo, se especializar na sua área ou garantir um idioma a mais para acrescentar no LinkedIn:

FGV

A Fundação Getúlio Vargas oferece mais de uma centena de cursos gratuitos em áreas como Administração Pública, Direito e Tecnologia. Um bem pertinente ao momento atual é Acesso à Informação, que aborda a democratização de informações e o combate às fake news. Aborda temas como a Lei de Acesso à Informação, uma poderosa ferramenta que os cidadãos têm para cobrar o poder público. Os cursos gratuitos são realizados em parceria com o consórcio de instituições internacionais Open Education Global (OEG).

Site.

Sebrae

Para quem busca se atualizar sobre conceitos de empreendedorismo e gestão, o Sebrae oferece diversas opções, como Fundamento para Criação de Negócios, Gestão Financeira e temas ligados a startups. Há formações que abordam técnicas de marketing digital, considerando conceitos como jornada de compra dos consumidores, desenvolvimento de marketing de conteúdo, e criação de ferramentas como blogs e landing pages.

Site.

Instituto Albert Einstein

A instituição ligada ao Hospital Israelita Albert Einstein tem mais de 200 cursos para complementar conhecimentos de Saúde. Entre as opções, temas ligados a manuseio de equipamentos, higiene hospitalar e uso de EPIs. Há também propostas para os interessados nos desafios sociais do Brasil, como Educação em Saúde – Aspectos Básicos do Desenvolvimento Infantil e a Vulnerabilidade Social. Nessa formação, são abordadas as fases de aprendizado da criança, o papel da escola e as diferenças de condição vulnerável para pobreza.

Site.

USP

Por meio da plataforma e-aulas, a Universidade de São Paulo oferece mais de 4 mil horas de vídeos relacionados a vários tópicos. É possível entender conceitos de astrofísica estelar e depois ver uma aula que lida com planejamento de edifícios. Ou assistir a debates sobre o avanço de movimentos conservadores na sociedade ou aprender a respeito do bem-estar dos animais. 

Site.

Coursera

Aprender formas criativas de resolver problemas, entender o funcionamento de criptomoedas como bitcoin ou conhecer técnicas de gestão no ramo de alimentação e bebidas. A variedade de temas dá o tom na plataforma, que reúne milhares de cursos de mais de 200 instituições pelo mundo. Entre elas estão nomes como as universidades de Chicago e Yale, dos Estados Unidos; Manchester e Leeds, do Reino Unido, e instituições nacionais como USP, Unicamp e Insper. Há cursos nos mais variados idiomas, que duram de poucas horas a alguns meses. Ao lado dos pagos, há milhares de gratuitos.

Site.

Oxford

A mais antiga universidade inglesa tem o curso From Poverty to Prosperity: Undestanding Economic Development, que trata do papel de governos e outros atores políticos e sociais em assuntos da economia. Um dos questionamentos postos aos alunos é: como sociedades pobres podem superar obstáculos e prosperar? São estudados fatores que interferem em processos políticos, sociais e econômicos por meio de assuntos como anarquia, Estados centralizados e inclusivos, urbanização e industrialização e regulamentações internacionais.

Site.

Berklee

A faculdade americana de música, que já teve em suas turmas nomes consagrados como o produtor Quincy Jones e integrantes do Dream Theater, tem vários cursos gratuitos. Há programas para quem quer começar a tocar um instrumento, como Introdução à Teoria Musical e Fundamentos da Guitarra Elétrica, e outros voltados para quem já tem um certo domínio musical e deseja registrar suas performances, caso de Tecnologias para Gravações de Voz e Produção Musical. Há opções até para quem não quer tocar nada, como Música para o Bem-Estar, que ensina como usar melodias para reduzir o estresse e melhorar a saúde e o bem-estar.

Site.

Câmara Municipal de SP

O Legislativo da capital tem formações sobre cidadania e política na Escola do Parlamento. São cursos, palestras e debates voltados a lideranças comunitárias e políticas, mas também à população em geral, envolvendo políticas públicas, direitos, cidadania, cidade e democracia. Um exemplo é a formação Violência Urbana, Políticas de Segurança Pública e Direitos Humanos: Desafios para os Municípios, que busca mobilizar a reflexão sobre os desafios das cidades latino-americanas na formulação de políticas de segurança pública, em conexão com os direitos humanos.

Site.

Duolingo

A plataforma conta com opções gratuitas para aprender inglês, espanhol, francês, italiano, alemão e até esperanto. É organizada de forma a atender tanto quem tem urgência por questões profissionais ou quem só deseja curtir uma série, um livro ou uma música com a experiência de um nativo. As aulas são organizadas de modo gamificado, em que as lições valem pontos que desbloqueiam atividades, são definidas metas diárias e há trilhas de aprendizagem, com situações como compras e bate-papos.

Site.

Digital Innovation One

Voltada para tecnologia e desenvolvimento de software, a plataforma oferece cursos e atividades imersivas gratuitas. Os conteúdos tratam de linguagens de programação, como Python e C++ ; bancos de dados como Cassandra, MySQL, Oracle DB; sistemas operacionais como Android e suítes de computação em nuvem como a Google Cloud Platform. Conta com mais de 450 mil desenvolvedores de software que atuam de forma colaborativa em cursos e projetos práticos. Há desafios elaborados em conjunto com empresas parceiras que podem resultar em recomendações de estágio ou contratação em nível júnior, pleno e sênior. 

Site.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.