Como ajudar seus filhos a estudar em casa?

Como ajudar seus filhos a estudar em casa?

Colégio Vital Brazil

14 Junho 2018 | 18h01

Káthia Kobal e Roberto Leal, coordenadores pedagógicos do Fundamental I e II, trazem dicas sobre como ajudar os filhos nas tarefas de casa

Garanta um espaço adequado. Mobiliário de tamanho apropriado, com mesa, cadeira e apoio para pés, propicia uma postura correta do estudante ao sentar e segurar o lápis desde as séries iniciais, evitando cansaço e dores ao escrever. Boa iluminação também é essencial.

Previna distrações. Uma mesa apenas com o material da escola e um lugar silencioso favorecem a concentração. Talvez, a partir de certa idade, o jovem seja capaz de discernir quais ruídos – como música ou TV – atrapalham ou não. Até lá, é melhor ter o silêncio como norma.

Oriente sobre prioridades. Sempre iniciar por tarefas, redações e projetos com prazo definido, para depois dedicar um tempo à revisão de conteúdos abordados em sala de aula.

Faça da escola assunto cotidiano. Enquetes em véspera de prova para verificar se o filho estudou não ajudam e podem angustiar, mas conversar sobre o que se aprendeu a cada dia promove segurança e consolida a aprendizagem.

Ajude-os a achar o próprio ritmo. É razoável esperar que um adolescente passe duas ou três horas estudando. Mas, nos primeiros anos, fragmentar esse tempo em períodos progressivamente maiores (15 em 15 min, 30 em 30, etc.), com intervalos, ajuda a garantir a qualidade do estudo.

Evite a sobrecarga. Saiba do que a criança é capaz e considere focos de investimento ao definir atividades extracurriculares; agenda lotada não é sinônimo de produtividade. E jamais esqueça o tempo de sono.

Incentive-os a buscar as próprias respostas. Em vez de corrigir tarefas ou tirar dúvidas dos filhos, apontar caminhos pode ser mais valioso: “Que tal reler o texto?” ou “Se a dúvida persistir, vamos escrever no caderno para você perguntar ao professor?”.

Promova a autonomia. Se nos primeiros anos a criança precisa de um adulto próximo para dar o comando, com o tempo, um telefonema em hora combinada – “Está estudando? Fez as lições?” – pode ser suficiente.

Mais conteúdo sobre:

EstudoFamíliaPlanejamentoTarefas