Em Cena: O Teatro na Escola Villare

Em Cena: O Teatro na Escola Villare

elvira

13 Junho 2016 | 15h29

O Teatro é um meio de realização da potencialidade humana. Na Escola Villare, está inserido de três modos no currículo: disciplina optativa, disciplina obrigatória e grupo de teatro. A inserção varia conforme a idade do aluno.

Em nosso trabalho, valorizamos a metodologia do brincar como elemento importante para a construção de vínculo e o jogo teatral como caminho que permite a construção com a linguagem artística. Partindo das relações dialógicas e de alteridade que o jogo constrói, acreditamos que o ensino da linguagem teatral parte do reconhecimento das especificidades da área e da possibilidade de oferecer um processo de aprendizagem pautado no fazer com o outro.

8 16

Tudo é de autoria do aluno, em um processo estruturado para o desenvolvimento da criatividade. Nesse contexto, os alunos são vistos como seres autônomos e com desejos. Por meio dos jogos, são encorajados a manifestar o seu pensamento e suas querências para que, no domínio coletivo, possam encontrar formas expressivas de contarem isso à plateia.

Nesse trabalho de criação, eles escrevem o que pensam, sendo capazes de gerar textos potentes e inéditos. A escrita auxilia a representação das idéias e a manutenção do foco, contribuindo para clarear e redirecionar as descobertas.

A pesquisa investigativa do tema percorre diferentes ângulos e fontes, valendo-se da dramaturgia, como também da literatura e demais áreas do conhecimento. Criam letras de música e suas melodias, constroem elementos de cenário e figurino, quando estes existem, e editam vídeos e imagens que possam favorecer a compreensão do processo que viveram e da identidade daquele coletivo.

grupo 11

Envolvidos e transformados, eles se deparam com a máxima: “menos é mais” e, assim, compreendem a importância da estética do simples, do singelo, pois o que se é construído já tem força e se comunica com facilidade. Esse desprendimento do grande cenário e da falsa ideia de que figurino é fantasia, faz com que os alunos-atores encontrem maneiras inusitadas e criativas para contarem suas histórias.

Por fim, o olho no olho, a cumplicidade, a presença, a espontaneidade, a liberdade, a autonomia, a coragem e a força no coletivo fazem com que os encontros com o teatro sejam leves, de largos sorrisos, de pés descalços, de memórias e experiências que exalam o querer e o prazer de estar em cena.

A Escola Villare promove sua própria Mostra de Teatro anualmente. Os alunos também apresentam suas criações em mostras de outras escolas, instituições de arte e em municípios do interior do estado.

IMG_4691

Em uma dessas apresentações, um crítico de teatro reportou-nos a grandeza da experiência de assistir à peça, uma vez que, na opinião dele, o grupo fora capaz de atingir a função do teatro ao fazer com que a platéia experienciasse uma diferente ordem do cotidiano, não aquela conhecida como ordinária, mas sim aquela que nos leva ao “extra/ordinário”. É, então, por essa experiência que percebemos o mundo de maneira diferente e que nossos alunos ampliam o repertório cultural e se realizam, ainda mais, como pessoas!

Elaine Ferreira
Professora de Teatro

Ernani Soares de Paula
Coordenador Pedagógico do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio