Aprender com as lições de casa

Aprender com as lições de casa

elvira

03 Julho 2015 | 17h50

cartaoivone

Pesquisas comprovam que as lições influenciam positivamente o desempenho dos alunos, por isso é possível afirmar que são um poderoso instrumento de ensino1. No Ensino Médio, por exemplo, quando o volume de lição de casa é bastante ampliado, estudos já demonstraram que o tempo de dedicação dos alunos impacta significativamente nos resultados das aprendizagens.

Apesar de muitos dos alunos considerarem o tempo dedicado às lições exagerado, é comum verificar que a média de horas que passam assistindo à televisão ou na internet, por exemplo, ultrapassa, em muito, o tempo diário dedicado à lição.

Ainda que façam parte do cotidiano das famílias, as lições de casa nem sempre se configuram como práticas simples; ocupam constantemente o centro das conversas entre pais e filhos, educadores e pais, educadores e alunos.

Sabendo disso, compartilhamos neste blog algumas observações que talvez possam alimentar as discussões em torno deste tema. Para tanto, destacamos aspectos que caracterizam as lições de casa planejadas na Escola Villare:

  • Crianças pequenas devem fazer lições de casa?

Nas séries iniciais do ensino fundamental, o objetivo prioritário das lições é ajudar a criança a desenvolver bons hábitos de estudo, estimulando atitudes positivas com relação à escola e comunicando aos alunos a ideia de que aprender requer trabalhar tanto em casa quanto na escola.  O impacto direto das lições de casa no desempenho escolar será observado, de forma sistemática, especialmente nas séries finais do ensino fundamental e ensino médio.

  • Envolvimento dos pais nas lições

Embora seja legítimo que as escolas informem os pais sobre a lição de casa designada e que estes acompanhem seu cumprimento, não é indicado que os alunos recebam ajuda para realizá-las.  Muitos estudos apontam efeitos mínimos e até mesmo um pouco negativos quando os pais são solicitados a ajudar nas lições.

Isso não significa que os pais não devam apoiar ou esclarecer aos alunos a importância das lições, porém devem ter muito cuidado para que não assumam o papel de resolver o conteúdo pelo aluno.

Da mesma forma em que o professor estabelece junto aos alunos certo contrato, que ajudará a esclarecer as expectativas e formas de realização das lições de casa, é importante que os pais também estabeleçam junto a seu filho um acordo sobre como e quando este deverá realizar suas lições.

CIMG3040

São formas dos pais ajudarem seus filhos na organização das lições de casa:

1.  Ajudar a estabelecer local apropriado para sua realização;
2. Elaborar de forma compartilhada com seu filho um planejamento condizente com as atividades das semanas, definindo horários para a realização da lição de casa que sejam adequados a cada dia;
3.  Encorajar, motivar e preparar seu filho, mas não fazer com ele a lição;
4. Ajudar a identificar os pontos mais fáceis ou difíceis da lição, de forma que o aluno tome consciência do que é necessário retomar com o professor. Discutir ideias sobre o que é possível fazer para melhorar;
5.  Determinar com rigor o horário de dormir.

 Tais procedimentos não são tão simples quanto podem parecer. São condições para que o aluno  aprenda a gerenciar seus compromissos com a escola, exigindo dos pais acompanhamento constante e incentivo.

  • Há diferenças entre as lições de casa?

Nem toda lição de casa é igual. Identificar seu propósito pode ajudar os alunos realizá-las com mais eficiência. Dependendo de seu objetivo, a forma da lição de casa e o retorno dado em classe pelo professor serão diferentes.

Há lições que focam a prática de determinado conteúdo e, portanto, serão elaboradas a partir de um assunto sobre o qual o aluno já tem familiaridade. Isto exigirá dele apenas treinar uma habilidade e monitorar seu desempenho, seja medindo o tempo que usou para realizá-la ou selecionando itens em que despendeu mais esforço.

Outras lições têm o propósito de preparar os alunos para novo conteúdo ou exigem certa elaboração de assunto tratado. Por exemplo, um professor pode propor aos alunos que pensem no conceito de mamíferos antes mesmo de sistematicamente estudá-lo em classe.

Nesse caso, os alunos ainda não terão conhecimento aprofundado sobre o tema e o propósito da lição de casa será, justamente, permitir que estendam o dia letivo, tratando o conteúdo além da sala de aula.

Assim, é importante que os pais compreendam que nem sempre o aluno demonstrará total domínio do conteúdo, pois muitos dos assuntos tratados nas lições de casa podem ser meios para problematização em sala de aula.

  • Uma política da lição de casa

Na Escola Villare estabelecemos critérios claros quanto aos propósitos das lições, às consequências de não cumpri-las, bem como as formas indicadas de envolvimento dos pais. Tais ações têm como objetivo reduzir as naturais tensões desta dinâmica e com isso melhorar o desempenho acadêmico dos alunos.

Ter bem orientado seu processo de aprendizagem é condição para que o aluno gerencie seus avanços. Por isso, os educadores devem oferecer meios para que os alunos compreendam que são donos de seu conhecimento e, portanto, precisam dedicar-se tanto na escola quanto em casa ao ato de aprender.

É importante que os pais compreendam o papel fundamental que as lições representam no processo de aprendizagem e que o total empenho e organização do aluno para cumprir este compromisso é condição para que se potencializem os efeitos das ações dos professores.

MARZANO, RJ.; PICKERING, D. J.; POLLOCK, J. E.
O ensino que funciona: estratégias baseadas em evidências para melhorar o desempenho dos alunos.
Porto Alegre: Artmed, 2007. 160p.

Ligia Colonhesi Berenguel
Vice-diretora do Ensino Fundamental I