USP demite professor de Farmácia investigado por plágio

Estadão

21 Fevereiro 2011 | 10h30

Após duas comissões internas, o reitor da USP, João Grandino Rodas, decidiu demitir um professor de Farmácia acusado de plágio. A decisão foi publicada no Diário Oficial no sábado, mas hoje é que está valendo!

O professor de Farmácia do câmpus de Ribeirão Preto foi investigado, depois de uma reclamação formal feita por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por plágio em uma pesquisa científica. A instituição cassou ainda o título de doutorado de uma pesquisadora que participava do mesmo estudo.

É isso mesmo que você leu! E a gente até pensava que só alunos da graduação é que precisavam de aulas sobre metodologia científica.

Na vida, nada se cria. Tudo se copia! Mas não era pra levar ao pé da letra!

Mariana é enfermeira e pós-graduanda da USP

Mais conteúdo sobre:

Mariana MarquesplágioRotinaUSP