Mestres, de verdade

Estadão

16 Maio 2011 | 10h14

Esta recente campanha publicitária de valorização do professor me chamou a atenção. Mas ela tem de ir muito além de comerciais bem produzidos na TV, pois o professor é um dos responsáveis pela construção e transformação da sociedade. É ele que forma os profissionais que vão atuar nas mais diversas áreas.

Apenas 5% dos bons alunos que completam o ensino médio querem ser professores. Essa baixa procura é reflexo das precárias condições de trabalho que têm os docentes. O professor não recebe proporcionalmente à sua importância e empenho, importante dizer, também não é reconhecido e respeitado como o profissional que tem o poder de transformar as ideias de um país por meio de seus alunos.

Não se pode culpar os vestibulandos por não optarem por dar aula, visto que não são apoiados de verdade para isso. Apoio mesmo, como salário decente, um bom plano de carreira, cursos de atualização, respeito. Todos deveriam conhecer a rotina desse profissional para dar o devido valor a ele. Falar por horas seguidas, ter jogo de cintura para lidar com alunos mais “difíceis”, ficar em pé o dia todo.

Ser um bom professor não é só ter um dom divino, como alguns pensam. É se preparar e estudar com dedicação para isso. Por isso, precisamos de faculdades que formem bons pedagogos, que saibam vincular a sala de aula ao mundo cotidiano e atrair a atenção dos alunos.

Fico sempre sensibilizado com essa causa. Talvez por ter ainda aquela ideologia de mudar o mundo e achar que isso começa na escola. Talvez por ter tido uma

grande professora que se tornou um exemplo na minha vida, de como ir contra essa corrente que leva os alunos ao naufrágio e de como falar com eles com uma naturalidade típica dos jovens. Talvez por eu ainda acreditar na educação, na sua força para impulsionar a juventude rumo a um mundo mais justo e desenvolvido. Posso estar sendo romântico demais, no sentido de sonhador e imaginário, mas que seja “por amor às causas perdidas”.

Ederson Oliveira é vestibulando e faz curso técnico em enfermagem

Mais conteúdo sobre:

Campanhaprofessor