Encontro com ídolos

Estadão

18 Maio 2011 | 10h22

A maior parte dos empregos não permite que você encontre os grandes pensadores (aqueles que escrevem os livros que você estuda), mas quando se faz pós-graduação você consegue! O meu principal foco de estudo é a bioenergética mitocondrial, cujo livro de referência foi escrito por David G. Nicholls. Esta semana, tive o prazer ter aulas e conversar longamente com ele.

E realmente foi impressionante! As aulas foram ministradas com uma impressionante clareza e é extremamente empolgante ver alguém que viveu as descobertas (e ajudou nelas) contar com detalhes toda a lógica  e o processo que levaram aquelas conclusões.

Em outras oportunidades (uma em 2007 e outra no ano passado) eu tive a oportunidade de ver palestras de ganhadores do prêmio Nobel. Foram boas e interessantes, mas o contato pessoal e, consequentemente, a possibilidade de discutir ciência e o seu trabalho (e ter boas sugestões) é incomparável! Por isso recomendo a todos, sempre que encontrarem um desses figurões conversem sobre tudo que conseguirem e ouçam a suas opiniões, muitos são extremamente acessíveis e inteligentes, afinal não é por nada que chegaram tão longe!

Bruno Queliconi é doutorando no Instituto de Química da USP