É dia de descanso

Estadão

20 Maio 2011 | 19h30

O fim de semana está chegando e, com ele, um dos meus maiores desafios: a conciliação entre estudo e lazer. No cursinho, é comum professores nos aconselharem a separarmos um dia da semana para descansar. No entanto, não é uma tarefa tão simples quanto parece. Se divertir é fácil, complicado é dosar estudo e diversão de modo eficiente.

Infelizmente não existem fórmulas mágicas que, se cumpridas à risca, levam à aprovação no vestibular. Todos nós temos nossos próprios limites e devemos descobrir de que modo rendemos mais. Portanto, não basta utilizarmos outra pessoa como parâmetro. Acredito que seja mais um processo empírico, fruto do autoconhecimento, do que uma frase pronta, como “a solução é o equilíbrio”.

Procuro me distrair e espairecer de diversos modos, sobretudo escutando música – para mim, o modo mais eficaz de todos. Neste domingo, por exemplo, irei a um show do Arnaldo Antunes no Anhembi. Espero me divertir, afinal, na semana seguinte, mais um simulado me espera.

O assunto me lembra uma frase interessante do filósofo e professor de Teologia da PUC-SP Mario Sérgio Cortella: “Um país que para cinco dias do ano para dançar não é louco. O mesmo não pode ser dito daqueles nem pensam em parar”.

Bom fim de semana para todos!

Caio Godinho é aluno do Anglo

Mais conteúdo sobre:

diversãoestudosFim de semanashow