Às vezes é preciso se dar folga

Estadão

14 Setembro 2010 | 09h15

Sexta era dia de mais um simulado. Mas sabe quando você não está com toda a energia e vontade do mundo? Achei que não ia render. Resolvi faltar e antecipar minha folga de sábado à tarde para a sexta-feira: fui ao shopping e vi filme de animação – “Meu Malvado Favorito” – para distrair. Nada de densidade ou reflexões profundas. Às vezes é preciso esvaziar a mente um pouco, até para poder voltar aos estudos com toda a vontade no dia seguinte. Mas não nego que fiquei com um certo peso na consciência.

Nessa filosofia de desestressar, também comecei a fazer atividades físicas. Pedalo três vezes por semana, assim que chego do cursinho. Tem me feito bem porque relaxa, e ao mesmo tempo dá mais disposição.

De qualquer forma, também me esforcei nos útimos dias. Nem tudo foi um spa. Imprimi a prova passada da Fuvest para refazê-la, começando pela matemática. Pretendo fazer isso com a parte de humanas da prova da Unicamp.

Os finais de semana são outra parte da vida que têm sido sacrificada de certa forma: nada de balada. Só um barzinho com as amigas ou um jantar com o namorado. Não dá para ficar acordada uma madrugada inteira e estudar no domingo. Até porque quando saio com as amigas que já estão na faculdade, só consigo lembrar que tudo que quero é ser aprovada e sair logo dessa vida de cursinho!

Cinthia é vestibulanda do Etapa e vai prestar Administração e Economia

Mais conteúdo sobre:

folgasimuladovestibular