As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

USP volta atrás e Medicina não terá Geografia como específica

Redação

08 Julho 2009 | 17h32

Por Elida Oliveira

Candidatos a uma vaga para o curso de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) não terão mais prova específica de geografia no vestibular da Fuvest deste ano. A decisão vale somente para vestibulandos que concorrerem a uma vaga na capital. No câmpus de Ribeirão Preto, fica mantida a disciplina.

Até o vestibular anterior, o curso de Medicina tinha como específicas as provas de física, biologia e química. Com a divulgação das alterações para o concurso deste ano, física havia sido substituída por geografia. A justificativa da universidade era a de selecionar candidatos de cultura geral ampla. No entanto, críticos se manifestaram dizendo que conceitos físicos são necessários para diagnósticos médicos e que a exclusão da disciplina poderia ocasionar em má formação básica para os alunos.

Veja na íntegra a nota divulgada pela Pró-reitoria de graduação da USP:

Comunicado da Pró-Reitoria de Graduação da USP

A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade de São Paulo (USP) comunica que a Faculdade de Medicina, do campus da Capital, retrocedeu em sua decisão anterior, de considerar GEOGRAFIA como uma das disciplinas específicas para seu curso de Medicina na terceira prova da segunda fase do Exame Vestibular – FUVEST de 2010 e, em seu lugar, passou a considerar a disciplina de FÍSICA.

Em síntese, portanto, as disciplinas obrigatórias para a terceira prova da segunda fase do Vestibular FUVEST-2010 para a Faculdade de Medicina do campus da Capital serão BIOLOGIA, QUÍMICA e FÍSICA.

Por oportuno, esclarece que a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, campus de Ribeirão Preto, deliberou por manter a disciplina GEOGRAFIA como obrigatória para seu curso de Ciências Médicas na terceira prova da segunda fase do Vestibular – FUVEST de 2010.

São Paulo, 8 de julho de 2009.