Um projeto que impacte um bilhão de pessoas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um projeto que impacte um bilhão de pessoas

Carolina Stanisci

23 Julho 2010 | 15h45

vinheta - fabio teixeira - pontoedu

Algumas pessoas me perguntaram como é o dia a dia na Singularity University, por isso vou dividir um pouco da minha rotina com vocês.

O curso que estou fazendo é o GSP – Graduate Studies Program –, com duração de 10 semanas, no qual tenho palestras sobre os últimos avanços nas áreas de biotecnologia e bioinformática, energia e meio ambiente, redes e sistemas de computação, inteligência artificial e robótica, medicina, neurociência e nanotecnologia.

Desde a semana passada, nos dividimos em 5 grupos, pois temos que desenvolver um projeto que impacte positivamente 1 bilhão de pessoas ou mais, utilizando tudo o que estamos aprendendo por aqui.

São 5 áreas gerais dentro de todos os temas da SU: Energia, Alimentação, Água, Upcycle (que envolve reciclagem, reuso e reutilização de materiais) e Exploração Espacial.

 

IP3

 

O meu grupo está trabalhando em um projeto na área de Energia. Somos 12 pessoas focadas em pesquisar algo que possa melhorar a vida de 1 bilhão de pessoas, utilizando tudo o que sabemos e o que vamos aprender nessa área. Todas as tardes, nosso grupo tem reuniões com especialistas no assunto, que nos mostram tudo o que está acontecendo e o que está por acontecer.

Além das palestras, dos workshops e das reuniões de equipe, estou trabalhando em uma apresentação importantíssima para este sábado. Terei cinco minutos para convencer a plateia sobre qualquer um dos assuntos estudados na SU, utilizando 20 slides que são trocados, automaticamente, a cada 15 segundos.

Esse método de apresentação se chama Ignite. Deem uma olhada nesse vídeo   para ver como o esquema é interessante.

O dia-a-dia na SU não é brincadeira, mas é altamente produtivo. Nos próximos posts contarei mais sobre o que estamos vendo e como é a nossa produção diária de ideias.

Legenda: Fabio Teixeira em palestra na SU
Crédito: divulgação

Leia mais:

Diversão na Singularity University
Inteligência artificial, polvos e robôs autônomos
Impressora 3D: maquetes, protótipos e paredes