As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

World Human Rights Moot Court

Redação

11 Dezembro 2009 | 12h40

Nessa semana, 20 estudantes do mundo todo participaram da final da World Human Rights Moot Court, em Pretoria, África do Sul. A competição foi organizada pelo Centro de Direitos Humanos da Universidade de Pretoria, com o suporte da ONU, e contou com a participação de alunos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Ao todo, 45 universidades participaram das eliminatórias e 10, duas de cada região do mundo, chegaram à final.

A discriminação foi o tema mais discutido. Os estudantes tiveram que argumentar sobre um caso ficcional a respeito do princípio da não-discriminação.

Leia mais:
linkEstudantes que querem mediar conflitos internacionais treinam em simulações globais

Para Navi Pillay, Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos e presidente da corte, a experiência é muito rica para os estudantes. “Mais do que aspirações, os direitos humanos são reais para todos e devem ser postos à prova em uma corte de justiça. A competição estimula os estudantes do mundo todo a aprofundarem conhecimentos e aprenderem mais sobre outras culturas e povos.”

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada há 61 anos em Paris, em 10 de dezembro de 1948.