As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Taxista diz que correu ‘um pouquinho’ para ‘salvar’ candidata

Redação

08 Janeiro 2012 | 16h56

*Rose Mary de Souza, especial para o Estadão.edu

CAMPINAS – O taxista Dáurio Ribeiro “salvou” uma candidata que foi para o local de prova errado neste domingo. “Deu tempo. Que bom”, disse Dáurio, depois que viu a moça cruzar o portão e entrar correndo no prédio da Escola Salesiana São José, no Taquaral, em Campinas. De acordo com ele – taxista há 16 anos – o trânsito estava tranquilo, o que facilitou o trajeto, mas foi preciso correr ” um pouquinho” para a candidata não perder a prova.

“Fiz das tripas coração”, falou. “A moça estava lá no Colégio Sagrado Coração de Jesus, no Nova Campinas, e muito nervosa porque era o lugar errado. Ainda bem que deu tempo.” A candidata não disse o nome ao motorista. “Ela estava afobada e eu fiquei prestando atenção ao movimento da rua.”

Ela estava muito ansiosa e preocupada de perder a prova, afirmou Dáurio. “Eu vim dirigindo com calma e corria onde podia dar velocidade. Ela estava super nervosa, coitada, mas deu tempo.”

Mais conteúdo sobre:

fuvestfuvest 2012vestibular