As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Revolta das Marinas

Redação

07 Novembro 2010 | 17h47

Em uma sala cheia de Marinas, na Unisa (câmpus III), em São Paulo, o fiscal que aplicou a prova não informou aos candidatos, quando perguntado, que horas eram. Segundo Marina dos Reis Santana, de 23 anos, os candidatos de sua sala ficaram indignados, desconcentrados e até batizaram a manifestação de “Revolta das Marinas”. “Está escrito no edital que eles são obrigados a informar as horas a qualquer momento que alguém perguntar”, diz. “Isso tirou nosso tempo para pensar e planejar as questões.”

A supervisora dos fiscais da unidade, Cleide Lima, afirmou que essa orientação não foi passada por seus superiores. Na Unisa (câmpus III), os fiscais não estavam autorizados nem a escrever o horário no quadro. Cleide recomendou aos alunos reclamar com o MEC e com a imprensa.