As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Puc-Campinas volta a aceitar novos contratos do Fies

Instituição havia divulgado que não iria realizar novos contrato devido às "incertezas e dificuldades" do Ministério da Educação

Redação Estadão.edu

28 Abril 2015 | 17h39

Após protesto de alunos, a Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puc-Campinas) informou nesta terça-feira, 28, que irá aceitar novos contratos do Financiamento Estudantil (Fies) para seus alunos neste primeiro semestre. No último dia 21, a universidade havia divulgado que não iria realizar novos contratos diante das “incertezas e dificuldades” criadas pelo Ministério da Educação (MEC) com as restrições que passaram a vigorar no programa.

Para economizar recursos, o MEC restringiu novas contratações em 2015 – segundo a pasta, há agora priorização de cursos em regiões menos atendidas e com avaliações mais altas. As instituições se queixam de falta de transparência dos critérios. O ministério também estipulou um teto de reajuste, de 6,4%, para as mensalidades dos contratos do Fies.

De acordo com a Puc-Campinas, o reajuste das mensalidades da instituição foi de 9%. Por isso, os alunos terão que custear a diferença que não será paga pelo financiamento.  A universidade informou que foram feitas 230 solicitações de novos contratos. O prazo de inscrição  no Fies segue até a próxima quinta-feira, 30.

A Puc-Campinas informou que a decisão de aceitar novos contratos do Fies se deve à “responsabilidade social” e aos compromissos assumidos pela universidade na realização de suas atividades-fim de ensino pesquisa e extensão.

Mais conteúdo sobre:

educaçãoFies