As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prova da Unesp foi ‘cansativa e difícil’, dizem os primeiros a sair

Redação

14 Novembro 2010 | 17h24

Tatiana Fávaro / CAMPINAS

Os primeiros estudantes que fizeram a prova do vestibular da Unesp a deixar a escola estadual Orosimbo Maia, no centro de Campinas, na tarde deste domingo consideraram o exame difícil e cansativo.

“Os enunciados eram bem extensos e a prova estava complexa e exigia uma boa interpretação”, afirmou o estudante Marlon Fornazieri, de 17 anos, que foi de Indaiatuba até Campinas para concorrer a uma vaga no curso de Engenharia Mecânica.

Este é o primeiro ano em que Fornazieri presta vestibular. Ele também fará os exames da Unicamp, USP e Unifesp. “Respondi 90% da prova, o restante eu chutei, principalmente em química”, disse o candidato.

A auxiliar de escritório Maria Júlia Nascimento Hansted, de 18 anos, disse ter respondido com convicção a 70% das 90 questões de múltipla escolha. “Nos outros 30% não tinha certeza”, disse ela, que está prestando vestibular pelo segundo ano consecutivo para Fisioterapia. “A prova mais difícil para mim foi a de física”, afirmou.

Mariana Rinoldi, de 17 anos, tentou uma vaga em Enfermagem no seu primeiro vestibular. “A prova estava difícil e pelo jeito terei um ano de cursinho pela frente”, delcarou a garota, a primeira estudante a deixar a sala de aula naquela escola, às 16h20.