As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Programa de direitos humanos capacita professores em escolas da região oeste de São Paulo

Redação

06 Maio 2011 | 20h05

Preocupados com a ampliação dos índices de violência nas escolas, o Instituto Norberto Bobbio e o Instituto São Paulo Contra a Violência, em conjunto com a Equipe Direitos Humanos nas Escolas, ligada à Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP), a Diretoria Regional de Educação do Butantã e a Secretaria Municipal de Educação, vão promover, a partir do dia 9, no CEU Butantã e em mais três instituições de Ensino Fundamental da região, o curso “Direitos Humanos nas Escolas”.

A iniciativa visa apresentar, junto aos professores, os conceitos de Direitos Humanos – ou seja, os fundamentos de igualdade, liberdade, justiça e paz – como valores que podem nortear as condutas, as práticas escolares e os conteúdos didáticos da escola pública. A previsão é que a iniciativa atinja cerca de 300 professores, beneficiando mais de 1.500 alunos.

O projeto foi elaborado pela Equipe Direitos Humanos nas Escolas, a qual tem 10 anos de experiência na formação de professores sobre o tema. O Instituto São Paulo contra a Violência e o Instituto Norberto Bobbio encomendaram o projeto a partir da preocupação com o aumento dos índices de violência na cidade e com vistas à promoção e popularização dos Direitos humanos

O programa Direitos Humanos nas Escolas consiste em um curso montado em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação, e que se integra à organização interna das escolas, respeitando o horário de trabalho de professores e equipes técnicas.

 O curso desenvolverá os temas “Democracia, Direitos Humanos e Educação”, “As Desigualdades e a Educação” e a “Violência, Conflitos e Educação, a partir de palestras, grupos de estudos e análise e produção de material didático.