As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para coordenador do MST, redação do Enem poderia ter sido sobre reforma agrária

Redação

23 Outubro 2011 | 18h11

* Por Ângela Lacerda

RECIFE – Um dos coordenadores estaduais do MST em Pernambuco, Alexandre Conceição, de 38 anos, disse ter ficado indignado com o tema da redação do Enem após deixar o bloco G da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), onde fez a prova, neste domingo.

“A organização do Enem deveria ter vergonha de propor como tema redes sociais, quando o País tem tantos problemas para serem debatidos”, opinou. Alexandre citou como exemplos de assuntos que poderiam ter provocado a reflexão dos candidatos o saneamento básico e a reforma gráfica que, segundo ele, está parada. “A presidente Dilma não assinou até agora nenhum decreto de desapropriação de terra.”

Mesmo sem ter estudado para o exame, ele acredita ter se saído bem. Sua meta é fazer faculdade de Geografia.

Mais conteúdo sobre:

enemEnem 2011Recife