As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pais fazem questão de acompanhar os filhos ao exame

Redação

14 Novembro 2010 | 14h47

Rejane Lima / SÃO VICENTE

Acompanhado da mãe e do padrasto, o jovem Leonardo Sita Sciulli, de 18 anos, aguardava tranquilamente o horário para entrar na Faculdade de São Vicente (UniBR), um dos dois locais da Baixada Santista onde hoje acontece o vestibular da Universidade Estadual Paulista, Unesp.

“Confio nele, acho que vai passar. Sempre foi estudioso e bom aluno”, afirmou a mãe do vestibulando de Engenharia Mecânica, Maria Cecília Sciulli, de 50 anos. A família, que mora em Santos, chegou ao local da prova 12h40.

“Conheço pessoas mais capazes, mas que na hora têm bloqueio. O emocional do Leonardo ajuda muito. Ele fica muito calmo na hora de fazer a prova”, completou o industriário, Marco Antonio Bernardo Cavalcanti, de 53 anos, padrasto do jovem.