As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pai estimula filho a jogar videogame, mas garoto só quer saber dos livros

Redação

08 Janeiro 2012 | 15h21

* Gerson Monteiro, especial para o Estadão.edu

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – Depois de enfrentar a maratona da primeira fase de nove vestibulares, o estudante Braulio Lopes encara a segunda etapa da Fuvest com a missão de manter a mesma colocação que conquistou estudando no Colégio Juarez Wanderley, em São José dos Campos, um dos melhores do País no Enem.

“Ele já passou três anos estudando dez horas por dia na escola, agora chegou a hora de receber por esse investimento”, comentou o pai, Afonso de Oliveira Lopes. Ele disse que muitas vezes tira o filho da frente dos livros e incentiva o garoto a jogar videogame e sair com os colegas.

Segundo Afonso, o filho passou para a segunda fase em oito vestibulares. “Levei ele em todos, vou continuar agora na segunda fase.” Braulio disputa vaga em Engenharia Química na Fuvest e Engenharia de Materiais nos outros vestibulares.

Mais conteúdo sobre:

fuvestfuvest 2012vestibular