O super hiper Enem chegou”
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O super hiper Enem chegou”

Redação

29 Setembro 2009 | 07h00

“A semana mais aguardada por milhares de estudantes de todo o Brasil acabou de chegar – afinal, será nesse sábado e domingo que teremos a primeira prova do Novo Enem.

Muitas mudanças ocorreram com a prova tradicional que avalia o desempenho do Ensino Médio no Brasil, prometendo facilitar o vestibular, acabando com a “decoreba”.

Mas, a maioria dos estudantes com os quais convivo diariamente não estão vendo o Novo Enem como uma prova que veio para “facilitar” a vida dos vestibulandos, pelo contrário, a maioria deles está reprovando a nova prova e tecendo críticas pesadas a essa nova forma de avaliação.

Em primeiro lugar, os entusiastas do Novo Enem afirmam que não será mais preciso decorar nada! Chega de fórmulas, história literária, gramática e nome de países. Ótimo! Que tal falar para os advogados que eles não precisam mais decorar os artigos do Código Civil, que os médicos não precisam mais decorar o nome dos fármacos e seus efeitos no corpo humano, que os jornalistas não precisam mais decorar as regras de acentuação e regência, pois o Inep sempre estará lá para fornecer um texto no qual o profissional poderá extrair as informações necessárias para resolver suas situações-problema!

Em breve, os estudantes serão profissionais e terão de decorar muita coisa para facilitar o seu trabalho, porém, com o novo Enem subestimando a capacidade deles na avaliação, os levará a desaprender a arte da memorização (o que implicará numa queda sensível do nível dos profissionais do futuro!) e quem memoriza mais coisas torna mais fácil a inter-relação entre os fenômenos (objetivo-chave do Novo Enem), já que eles estarão continuamente sendo processados na mente!

O novo Enem quer dar a entender que qualquer um será capaz de fazer a prova e ser bem sucedido nela, retirando assim o espírito guerreiro que move os estudantes a correr atrás para especializar-se e ser o melhor de todos!

Enfim, parabéns à Fuvest, Unicamp e Vunesp por fazerem questões muito mais abrangentes, contextualizadas , inteligentes e interdisciplinares!

Agora, quanto à prova do final de semana, não sei o que dizer e nem o que esperar… retirando o espírito guerreiro que move os alunos a correr atrás para especializar-se e ser o melhor de todos.”