O segredo é encarar a prova como mais um simulado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O segredo é encarar a prova como mais um simulado

Redação

06 Novembro 2009 | 12h28

“Esta semana eu estudei pra caramba. Terminei uma frente de química no cursinho e uma frente de física também. E estudei bastante matemática.

Domingo agora tem Unesp. Vou fazer a prova. Estou tranquilíssimo. Penso assim: tudo o que eu tinha para aprender, eu aprendi. No meio do ano, fiz essa prova e não sabia porcaria nenhuma em comparação com agora. E fui bem mesmo assim. Então não tem motivo para se preocupar.

A boa notícia é que atingi a minha nota de corte no simulado da Fuvest que teve no cursinho na semana anterior ao feriado. Faltam só duas ou três semaninhas para a primeira fase da Fuvest. A Unicamp, que vai ser na semana que vem, eu não vou prestar, então tenho tempo para me preparar.

Daqui para frente vou ver se pego as provas dos outros anos para resolver, fazer os exercícios e relembrar fórmulas. É muita matéria, então não dá pra revisar tudo de novo. O jeito é fazer exercícios mesmo.

No cursinho, muita coisa já terminou, mas ainda estamos vendo matéria nova. Tem mais ou menos um mês de aula pela frente. Em matemática e história, por exemplo, ainda estamos terminando o material. Geografia também não acabou. Na área das humanas, em geral, temos esse déficit. Mas tenho certeza de que vai dar tempo de ver tudo.

Estou seguindo o meu ritmo normal de estudo, até um pouco menos. Por exemplo, se eu tinha três matérias para estudar hoje e eu só consegui estudar duas, sem problemas. Eu deixo a outra para lá e fica tudo bem. Porque o maior inimigo para a gente nessa fase somos nós mesmos. Esses dias comentei com um amigo que pretendo encarar as provas como se fosse apenas o próximo simulado. E ele me disse que isso realmente faz toda a diferença. Tem gente que acerta tudo, que ensina todo mundo no cursinho, mas fica nervoso na hora da prova e vai mal. No cursinho mesmo, tem uns que estão em crise. Tem uma amiga minha que parece que pode explodir a qualquer momento de ansiedade.

Os professores já estão sugerindo que a gente relaxe, se alimente bem, durma bem. Alguns, inclusive, estão terminando as matérias e já avisaram que na semana que vem vão dar umas atividades de relaxamento para nós. Estou me dedicando a descansar mais, sair para conversar com os amigos ou dar uma passada na casa da minha namorada. Boa sorte a todos que tem vestibular por agora. Eu estou preparado.”