As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nova biblioteca pede reforma de cinco andares

Carolina Stanisci

13 de maio de 2010 | 18h43

Apenas uma ampla reforma entre o 5º e o 9º andar do prédio anexo da Faculdade de Direito da USP poderia criar as condições necessárias para acolher todos livros de dois acervos da biblioteca destinados ao edifício. A informação é da chefe da biblioteca, Andréia Wojcicki.

De acordo com ela, metade de um volume de 180 mil obras já foi distribuida em prateleiras nos 3º e 4º andares do anexo, na rua Senador Feijó. O restante estava em caixas e anda provocando polêmica entre alunos. Depois de determinação da Justiça e do diretor da faculdade, Antonio Gomes Magalhães Filho, estão sendo trazidos de volta ao prédio histórico. “Alguns ainda estão em caixas, mas muito já foram retirados”, diz Andréia.

Ontem, o diretor da faculdade disse que já conversa com a reitoria sobre a liberação de verbas para a reforma do prédio, que está em condições precárias. O diretor promete que até sábado todos os livros que permaneciam encaixotados estarão no prédio histórico.

Mais conteúdo sobre:

direitolargo são franciscousp