Ninguém faz a prova confiante. Ufa!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ninguém faz a prova confiante. Ufa!

Redação

19 Novembro 2009 | 08h32

“Na segunda-feira eu tive um surto de nervosismo, até tremia. Estava em casa e não conseguia me concentrar. E aí eu fica ainda mais nervosa. Eu lia e logo em seguida já não sabia o que tinha lido. Que desespero!

Meu namorado me ligou, e me deu um conselho perfeito: ele, que entrou este ano na USP, disse que não conhece uma pessoa que foi fazer a prova confiante. Porque quanto mais a gente estuda, mais fica com dúvidas, porque sabe o que não sabe. Voltei ao normal!

Meu maior foco esta semana tem sido a revisão de história, agora idade média. Eu tenho facilidade com exatas, então é só fazer exercícios. Já português, historia e geografia são coisas que você estudou tudo, fez resumos, mas tem que revisar ainda mais, para deixar na ponta da língua.

Um truquezinho que peguei dos professores é estudar tudo. Depois eu janto, tomo banho, relaxo. Aí lá na cama, com a cabeça fresca, começo a relacionar o que aprendi. Eu estudei Brasil colônia e mais tarde o Império de Napoleão. São capítulos diferentes, mas uma hora eles se relacionam e tudo fica mais claro. (Depois até sonho com a matéria!)

Sábado eu não pretendo estudar, por conselho de todo mundo. Estudo só até sexta. E no domingo eu vou estar na USP! Vou fazer a Fuvest lá, vai ter aquele climão da universidade. Não acho que será mais pressão, mas fica diferente fazer a prova lá. Pelo menos é certeza de que não terá um bar viznho com aquele som alto pra atrapalhar.”