As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mercadante sugere o ‘fim do gigantismo’ do Enem

Redação

16 de novembro de 2010 | 13h35

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP) defendeu a “superação do gigantismo” do Enem, que desde o ano passado seleciona alunos para instituições de ensino superior públicas. Em audiência da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal com a participação do ministro da Educação, Fernando Haddad, Mercadante disse que “o desafio de organizar o exame é de tal ordem que teremos algum prejuízo material”.

“Mais do que reduzir, sugiro a partilha do Enem. Fazer não só dois exames, mas fragmentar ainda mais para eliminar o gigantismo e esse ambiente de insegurança que criamos”, afirmou o senador petista, que saiu em defesa da Teoria de Resposta ao Item (TRI), conjunto de modelos matemáticos para medir o grau de dificuldade de uma questão. A teoria garante que provas diferentes sejam igualmente desafiadoras. “Podemos fazer um novo exame sem prejuízo dos alunos atingidos pelas falhas do exame”, disse Mercadante.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.