As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mackenzie pede redação sobre fofoca

Redação

11 Dezembro 2009 | 20h16

O tema da redação da prova do Mackenzie dessa tarde foi fofoca. De acordo com a professora Elisabeth Massaranduba, professora do curso Objetivo, o aluno pode ter tido dificuldade em traçar uma boa linha de raciocínio. “Muitos podem cair no lugar comum e dizer quando a fofoca pode ser agressiva”, comentou.

A prova trazia quatro textos para os alunos se embasarem. Um deles, de Regina Terraz, dizia que fofocar é prazeroso e que existe em todas as culturas; o poema “Da Discrição”, de Mário Quintana, falava sobre como um assunto pode ser comentado e virar fofoca: “Não te abras com teu amigo / Que ele um outro amigo tem. / E o amigo do teu amigo / Possui amigos também”. Um trecho, com referências ao site www.udemo.org.br, citava o ciberbullying. Um texto de Luciana de Andrade dizia que quem fofocava não tinha compaixão.

“O aluno precisaria de dados, números, para argumentar, mas desse jeito ficou complicado. Deverão aparecer redações de argumentos bilaterais”, disse Elizabeth.

Para o coordenador do Etapa, Marcelo Dias, por ser ‘fofoca’ m tema do cotidiano, o aluno não deve ter encontrado dificuldade em escrever. “Acho que foi mais fácil do que a redação da manhã, que pedia para os alunos escreverem sobre censura”, falou.