As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Homem é preso após xingar manifestante em passeata contra homofobia

Redação

24 Novembro 2010 | 20h43

Por Gustavo Bonfiglioli, especial para o Estadão.edu

Um homem foi detido agora há pouco pela Polícia Militar depois de tentar rasgar a bandeira de arco-íris de um manifestante do protesto anti-homofobia que começou em frente à Universidade Presbiteriana Mackenzie e agora está na altura do Masp, na Avenida Paulista.

O rapaz, que seria ligado a grupos skinheads, também xingou os participantes da passeata e, enquanto tentava rasgar a bandeira, gritava que a rua era pública.

Os manifestantes gritam palavras de ordem contra um texto assinado pelo líder religioso do Mackenzie, Augustus Nicodemus Gomes Lopes. No documento, o chanceler se mostra contrário a aprovação de projeto de que criminaliza a homofobia, em tramitação no Congresso.

Mais conteúdo sobre:

homofobiamackenzieprotesto