Fuvest não estava difícil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fuvest não estava difícil

Redação

04 Janeiro 2010 | 18h51

“A boa notícia da semana é que passei em 2º lugar para o vestibular de Design Gráfico do Senac. Recebi a notícia na segunda-feira passada e estou muito feliz.

Esta semana é inteira de provas para a 2ª fase da Fuvest. A prova de ontem, de português e redação, eu achei fácil, tranquila de fazer. Tanto que terminei tudo e ainda faltavam três minutos para as 15h, que é quando os primeiros candidatos podem começar a sair. Várias pessoas que fizeram a prova na mesma sala que eu também saíram no tempo mínimo.

A prova de hoje, que envolvia várias matérias, eu não achei tão difícil. Pedia conceitos normais dos vestibulares, que a gente estuda o ano todo. Achei difícil a questão sobre os interesses dos países no LHC (Grande Colisor de Hádrons, um acelerador de partículas) e também uma outra sobre a República das Bananas. Caiu a crise em Honduras também, mas não achei que estava difícil. Para quem ficou ligado nas notícias o ano todo, dava para fazer tranquilo.

Todo mundo reclamou das questões de Exatas. Eu vou meio mal em Exatas, então não consigo dizer se foi fácil ou difícil, porque para mim é sempre complicado. Mesmo assim, acho que posso dizer que matemática estava razoável. Achei a matemática na 1ª fase bem mais difícil do que na prova de hoje.

O maior problema, para mim, foi a falta de tempo para responder 20 questões, muitas com três itens. Então, ou você batia o olho e já ia resolvendo, ou pulava o que não sabia e corria o risco de acabar sem tempo para terminar a prova. Eu deixei uma questão inteira de física em branco.

Mas não acho ruim que tenham incluído uma prova geral de todas as matérias na 2ª fase, diferente dos anos anteriores. Inclusive, acho até mais fácil, porque as específicas costumam ter nível bem mais alto. Quando você inclui todas as matérias o nível cai e a prova fica mais fácil.

Estou cansada, mas ainda tenho mais três dias de prova pela frente, porque, para o curso que eu estou tentando, de Design Gráfico, temos provas específicas de desenho na quinta e na sexta-feira, direto na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU). Mas continuo tranquila, fazendo as provas no meu tempo e sem afobação.”