As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fã da Bridgestone não teve velocidade para chegar a tempo no Enem

Redação Estadão.edu

07 Novembro 2010 | 13h10

Alexandre Cunha, de 24 anos, usava um boné vermelho da Bridgestone, fabricante de pneus para carros de Fórmula 1. Mas quando os portões do câmpus Barra Funda da Uninove se fecharam, às 13h02, Alexandre foi o primeiro a ser barrado. Se atrasou.

Alexandre estuda Economia na PUC, mas queria fazer o Enem para tentar uma bolsa do ProUni e mudar de curso.