Estudantes mantêm protesto contra prova pelo Brasil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes mantêm protesto contra prova pelo Brasil

Carolina Stanisci

12 Novembro 2010 | 20h30

Mesmo depois de cassada a liminar que suspendia o Enem, estudantes de No Rio, em Fortaleza e em Porto Alegre protestaram  contra o que eles consideram desorganização na aplicação das provas.

Em Fortaleza, vestidos de verde e amarelo e com nariz de palhaço cerca de 500 manifestantes fecharam a Avenida da Universidade, em frente ao prédio do Centro de Humanidades, da Universidade Federal do Ceará (UFC), no bairro Benfica.

 

TASSO MARCELO/AE

 

Depois os estudantes que fizeram o Enem nos dias seis e sete de novembro seguiram em passeata até a Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza. Lá várias lideranças protestaram contra a aplicação do Enem. “A gente passa a vida toda estudando para chegar no principal exame de nossa vida estudantil para acontecer uma falta de organização dessas”, protestou a aluna do Colégio Ari de Sá, Tainá Oliveira.

Segundo ela “tudo isso que está acontecendo com o Enem 2010 mostra o descaso como que é tratada a Educação Brasileira”.

Durante o protesto os alunos não se posicionaram se são ou não a favor da anulação do Enem. “Nossa manifestação é apenas para protestar contra a desorganização, pois estão querendo nos fazer de palhaços”, destacou Tainá.

No Rio, na Cinelândia, no centro da cidade, alguns estudantes colocaram fogo em cartões de respostas e foram até o Palácio Capanema sede do Ministerio da Educação.