As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes de outras cidades do País escolheram Campinas para se preparar para os vestibulares e para o Enem

Redação

23 Outubro 2011 | 13h01

*Por Tatiana Fávaro

CAMPINAS (SP) – A estudante Adriana Simonetti, de 17 anos, saiu de Manaus (AM) há um ano para cursar o terceiro ano do ensino médio em Campinas. Adriana quer cursar Engenharia Florestal na Universidade Federal do Amazonas e disse neste domingo, enquanto aguardava para entrar na sala de prova, que, assim como a maioria de seus colegas, se deu melhor nos testes de ciências humanas neste sábado.

João Felipe Bezerra de Assis, também de 17 anos, concordou com a amiga e disse que, embora espere se sair bem na prova de redação neste domingo, o que vai diferenciar candidatos do Enem será a prova de matemática. “Ontem (sábado) muita gente foi bem, principalmente em Ciências Humanas. Matemática vai fazer a diferença”, afirmou o garoto que saiu de Natal (RN) há um ano para se preparar em Campinas para os vestibulares do fim do ano. Assis quer prestar Direito, mas ainda não decidiu onde. “Se for em alguma universidade que não conte a nota do Enem, pelo menos as provas deste fim de semana vão servir como treino.”

Outro colega, Gustavo Furlan, de 17 anos, deixou Americana, cidade da região, para mergulhar nos estudos em Campinas. Fez 64 pontos ontem, segundo conferiu no gabarito das provas. Furlan quer prestar vestibular para Medicina na USP, Unicamp e PUC. “Sei que a nota do Enem não conta para a USP, mas espero fazer uma boa prova hoje porque conta para outras universidades”, afirmou o estudante enquanto esperava no saguão do Colégio Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, um dos 18 locais de prova do Enem em Campinas.

Mais conteúdo sobre:

campinasenemEnem 2011